Polícia Militar Ambiental Apreende trinta 1000 Animais Por Ano Em SP

20 Feb 2018 23:59
Tags

Back to list of posts

is?-60AjUjKTOH4j7T2wDrzsQR7sDPOwMKM0V8YuGXSQL0&height=211 Cada animal silvestre que é retirado do teu habitat razão um desequilíbrio na meio ambiente. Isto já que - diferenciado dos animais domésticos como cachorros, gatos, galinhas, patos e hamsters - animais como micos, quatis, onças, tamanduás e tucanos possuem dificuldades pra viver e se reproduzir em cativeiro. Portanto mesmo, o comércio de animais silvestres é ilegal e a extinção nesse crime é uma das obrigações da Polícia Militar Ambiental. Só no Estado de São Paulo, são apreendidos, em média, trinta 1000 animais silvestres por ano.São animais que foram capturados ilegalmente na mata atlântica, no respectivo território paulista, ou que vieram para o estado pelo tráfico. G o Capitão Júlio César, da Polícia Militar Ambiental . Pro Capitão, esses e outros crimes ambientais causam graves decorrências a extenso prazo. E também terem contrariedade em viver próximo aos seres humanos e poderem utilizar da crueldade para se protegerem do que consideram ser ameaças, os animais silvestres possuem uma essencial função pela cadeia alimentar e no estágio de vida da natureza. Capturados, esses animais são comercializados em imensas feiras do rolo pela localidade metropolitana do estado - que, segundo o oficial, é a região onde mais há incidência do crime.A mais popular é a da Vila Mara, pela zona leste da capital paulista. Lá, além do tráfico animal , há a comercialização de diversos produtos ilegais. Tua divulgação, por ser ilegal, acontece algumas vezes pelas redes sociais. Com a ação da Polícia Ambiental nessas feiras, os animais são apreendidos e, sempre que possível, reencaminhados à natureza , pra assumirem seus papéis na fauna brasileira e terem uma existência saudável.Além de supervisionar as feiras, os policiais são chamados, por denúncias, a apreenderem animais em inmensuráveis pontos do estado. Estas denúncias chegam pelo 190, pelos canais de intercomunicação da Polícia Ambiental e das unidades ou ainda através do aplicativo de celular chamado "Denuncia Lugar", respectivo para esse tipo de situação. Pra doar conta de todo o serviço, o policiamento ambiental retém 116 unidades de atendimento integradas, com efetivo fixado de mais de dois,dois 1 mil homens e mulheres.6 Episódios de 1996 a 1999vinte e três vinte e três "Fofoquinhas III" 30 de outubro de 2013Emprego de animais em pesquisas240 Uma DuvidaQuando apreendido, o animal é encaminhado ou Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (Cras) ou ao Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas). Nesses locais, eles são reabilitados a voltar pra meio ambiente, recuperados e, quando forem de outros estados, repatriados para seus lugares de origem. No momento em que os animais forem da fauna paulista, a Polícia Ambiental de São Paulo também se responsabiliza pelo transporte desses animais a lugares seguros, onde são libertados, a encerramento de reintegrarem seus papéis na natureza.Pro Capitão Júlio César, a recuperação ambiental é a prioridade dos policiais militares da Polícia Ambiental. No entanto, para encerrar com os crimes relacionados à fauna brasileira, é necessária a aplicação de penas. Quem caça ou mantém animais em cativeiro podes apanhar pena de até um ano de detenção e o tempo aumentado em 50 por cento caso haja qualquer animal intimidado de entinção, se a caça for noturna ou em Unidades de Conservação.Infelizmente, São Paulo está entregue às hordas. E amplo parte da responsabilidade é da administração municipal, que incentivou as pichações na cidade, em locais que deveriam ser conservados. A Prefeitura espalhou milhares de câmeras pelas ruas com o único intuito de fazer caixa, sem nenhuma amargura com a preservação da nossa História. Pense bem, paulistano, pela decisão de seu voto, hoje.

Comments: 0

Add a New Comment

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License